09/02/2015

A mesa diretora da Câmara de Severínia desmente a publicação feita pela imprensa do prefeito Edwanil de Oliveira, o Nil, alegando que “existe uma movimentação de bastidores para que seja revogada a utilização do terreno ofertado ao CDHU para a construção das moradias”. “Isso é uma grande mentira, o prefeito sabe que nós já aprovamos esse projeto no ano passado e que só falta ele se movimentar mais para iniciar a construção das 200 casas da CDHU”, disse o presidente Denis Correia Moreira, o Denão, ao Diário de Olímpia.

IMG_6535-0

Nil fez publicar que essa pseudo movimentação estaria fundamentada na alegação “de que o terreno pertenceria a Secretaria Municipal de Educação e não poderia ser utilizado para a construção das casas. Uma alegação enganosa, já que a área foi desafetada, inclusive com a aprovação de Projeto de Lei na própria Câmara Municipal”. O presidente da Câmara desmente, novamente: “O prefeito quer tumultuar o trabalho da nova Mesa Diretora, não tem nada disso. O projeto está aprovado, sabemos que, de fato, a área foi desafetada e aprovada pela CDHU. O que está faltando? Ele trabalhar mais e espalhar menos boatos”, disse Denão.

Quanto à alegação, também publicada, de que a nova mesa legislativa tem como lema ‘quanto pior, melhor’, Denão rebate: “Quem acreditar numa bobagem dessas não tem o raciocínio certo. Somos vereadores, eleitos pelo povo, o que fazemos é fiscalizado pelo cidadão, não tem lógica trabalharmos contra a população, o que vamos fazer, e já estamos fazendo, isto sim, é agir dentro do rigor da transparência administrativa, combater a improbidade e desvios de conduta, atuar como legítimos defensores da população e não de autoridades”.

projeto-CDHU-parte-2-2

Em relação à ata de posse do prefeito Nil, protocolada dia 13 último, o presidente diz que está ‘dentro do prazo’, mesmo porque janeiro teve recesso legislativo e agora é período de carnaval: “Com certeza, a ata será assinada nos próximos dias”, e voltou a reforçar o seu pedido: “Vamos trabalhar mais e falar, ou escrever, menos. A cidade não pode parar e esta Mesa Diretora trabalhará com afinco para alcançarmos resultados positivos”.